Morte Causada Por Embriaguez do Segurado(a) Não Afasta Indenização do Seguro de Vida

Estorno do Crédito do PIS/PASEP e da COFINS Sobre as Perdas de Energia Elétrica
30 de maio de 2017
CAPA, PREFÁCIO E SUMÁRIO DO LIVRO SETOR ELÉTRICO BRASILEIRO – ASPECTOS REGULAMENTARES, TRIBUTÁRIOS E CONTÁBEIS – TERCEIRA EDIÇÃO
14 de janeiro de 2019

Morte Causada Por Embriaguez do Segurado(a) Não Afasta Indenização do Seguro de Vida

Segundo o entendimento da 3ª Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a morte causada por acidente de trânsito, em que o segurado(a) tenha causado ou contribuído para a ocorrência do sinistro, não afasta o pagamento do seguro de vida aos beneficiários.

Assim, mesmo que o segurado(a) tenha causado ou contribuído para a ocorrência do acidente de trânsito, em função de seu estado de embriaguez ao volante, o prêmio do seguro contratado deverá ser pago integralmente pela Seguradora.

Processo relacionado: Recurso Especial nº 1.665.701 – RS (2016/0309392-5)

Comentários

comentários